Friedrich Nietzsche

Friedrich Nietzsche, nasceu em Röcken, Reino da Prússia, agora Alemanha, no dia 15 de outubro de 1844. Filósofo alemão, suíço nacionalizado. Seu avô e seu pai eram pastores protestantes, então ele foi educado em um ambiente religioso. Depois de estudar filologia clássica nas Universidades de Bonn e Leipzig, aos vinte e quatro anos obteve a cátedra extraordinária na Universidade de Basel; Alguns anos depois, porém, ele deixou o ensino, decepcionado com o academicismo da universidade.

A vida do filósofo tornou-se cada vez mais fechada e amarga à medida que avançava na idade e os sintomas de sua doença, a sífilis, se intensificavam. Embora hoje o valor de seus textos seja reconhecido independentemente de sua biografia atormentada, durante algum tempo os críticos atribuíram o tom corrosivo de seus escritos à doença que sofreu desde jovem e que acabou levando-o à loucura.

Friedrich Nietzsche

“Fiquei magoado, não por me teres mentido, mas por não poder voltar a acreditar-te.”

“Jamais alguém fez algo totalmente para os outros. Todo amor é amor próprio. Pense naqueles que você ama: cave profundamente e verá que não ama à eles; ama as sensações agradáveis que esse amor produz em você! Você ama o desejo, não o desejado.”

“É essa modernidade que nos torna doentes — essa paz indolente, esse compromisso covarde, toda essa moderna impureza virtuosa.”

“O homem chega à sua maturidade quando encara a vida com a mesma seriedade que uma criança encara uma brincadeira.”

“A vida vai ficando cada vez mais dura perto do topo.”

“Sem a música a vida seria um erro.”

“Este livro é para pouquíssimos. E talvez eles não existam. Apenas o depois de amanhã é meu. Alguns nascem póstumos.”

“A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez.”

“Eu jamais iria para a fogueira por uma opinião minha, afinal, não tenho certeza alguma. Porém, eu iria pelo direito de ter e mudar de opinião, quantas vezes eu quisesse.”

“As civilizações industriais são a mais vulgar forma de existência que foi possível ver até hoje. Quer-se viver e se vê obrigado a vender-se.”

“Ensino que a vida jamais deveria ser modificada ou esmagada devido à promessa de outro tipo de vida futura. O imortal é esta vida, este momento.”

“As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras.”

“Ouse conquistar a ti mesmo.”

“Tenho uma predileção por perguntas para as quais ninguém hoje tem a coragem, a coragem para o proibido.”

“Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal.”

“Odeio quem me rouba a solidão sem verdadeiramente me oferecer companhia.”

“O trabalho árduo, da manhã à noite, consome uma força extraordinária de energia e subtrai a reflexão, a meditação, o sonho, o amor e o ódio, pondo sempre diante dos olhos um objetivo mesquinho, garantindo satisfações frágeis e regulares.”

“Às vezes, as pessoas não querem ouvir a verdade porque não desejam que as suas ilusões sejam destruídas.”

“É mais fácil lidar com uma má consciência do que com uma má reputação.”

“O que não me mata me torna mais forte.”

“O que é bom? Tudo o que eleva o sentimento de poder, a vontade de poder, o próprio poder no homem.

O que é mau? Tudo o que vem da fraqueza.

O que é felicidade? o sentimento de que o poder cresce, de que uma resistência é superada.”

“Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas.”

“Quem combate monstruosidades deve cuidar para que não se torne um monstro. E se você olhar longamente para um abismo, o abismo também olha para dentro de você.”

“Tu, grande astro! Abençoa-me, olho afável que pode ver sem inveja até o excesso de felicidade!”

“Toda a arte e toda a filosofia podem ser consideradas como remédios da vida.”

“Para a maioria, quão pequena é a porção de prazer que basta para fazer a vida agradável!”.

“A principal mentira é a que contamos a nós mesmos.”

“Os fracos e malogrados devem perecer: primeiro princípio de nosso amor aos homens.”

“Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.”

“Na vingança e no amor a mulher é mais bárbara do que o homem.”

“As terríveis experiências de vida fazem-nos pensar se o seu protagonista não é, ele mesmo, algo terrível.”

“Sem prazer, não há vida. A luta pelo prazer é a luta pela vida.”

“Os grandes intelectuais são céticos”.

“Nunca é alto o preço a pagar pelo privilégio de pertencer a si mesmo.”

“O que é mais nocivo do que qualquer vício? A ativa compaixão por todos os malogrados e fracos – o cristianismo.”

“Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.”

“A verdade e a mentira são construções que decorrem da vida no rebanho e da linguagem que lhe corresponde. O homem do rebanho chama de verdade aquilo que o conserva no rebanho e chama de mentira aquilo que o ameaça ou exclui do rebanho. (…) Portanto, em primeiro lugar, a verdade é a verdade do rebanho.”

“É preciso ter um caos dentro de si para gerar uma estrela dançarina.”

“Em todos os tempos os sábios fizeram o mesmo juízo da vida: ela não vale nada.”

“O homem é definido como um ser que evolui, como o animal é imaturo por excelência”.

“Inesgotados e inexplorados estão ainda o homem e a terra do homem.”

“O cristianismo tomou partido de tudo o que é fraco, baixo, malogrado, transformou em ideal aquilo que contraria os instintos de conservação da vida forte; corrompeu a própria razão das naturezas mais fortes de espírito, ensinando a perceber como pecaminosos os valores supremos do espírito.”

“As mulheres podem tornar-se facilmente amigas de um homem; mas, para manter essa amizade, torna-se indispensável o concurso de uma pequena antipatia física.”

“Nenhum vencedor acredita no acaso.”

“Para nós, filósofos, não nos é dada a liberdade de separar a alma do corpo, como faz o povo. Temos de parir constantemente nossos pensamentos na nossa dor e dar-lhes todo nosso sangue, paixão, alegria e fatalidade que existe em nós.”

“O homem que vê mal vê sempre menos do que aquilo que há para ver; o homem que ouve mal ouve sempre algo mais do que aquilo que há para ouvir.”

“O ser refutável não é o menor dos encantos de uma teoria.”

“Querer a verdade é confessar-se incapaz de a criar.”

“O cristianismo é chamado de religião da compaixão. A compaixão se opõe aos afetos que elevam a energia do sentimento de vida: ela tem efeito depressivo.”

“Tudo é precioso para aquele que foi, por muito tempo, privado de tudo.”

“A esperança é o derradeiro mal; é o pior dos males, porquanto prolonga o tormento.”

“Quem não se mete medo, não consegue metê-lo a ninguém.”

“Se houver amor em sua vida isso pode compensar muitas coisas que lhe fazem falta. Caso contrário, não importa o que tiver, nunca será suficiente.”

“Temos a arte para não morrer da verdade.”

“Não quero ser confundido, isso implica que eu próprio não me confunda.”

“A compaixão se opõe à lei da evolução, que é a lei da seleção.”

“O verdadeiro homem quer duas coisas: perigo e jogo. Por isso quer a mulher: o jogo mais perigoso.”

“Quem tem algo por que viver, é capaz de suportar qualquer coisa.”

“A pregação da castidade é uma incitação pública à antinatureza. Todo desprezo à vida sexual é o verdadeiro pecado contra o Espírito Santo da vida.”

“O amor é o estado no qual os homens têm mais probabilidades de ver as coisas tal como elas não são.”

“A moralidade é a melhor de todas as regras para orientar a humanidade.”

“Julgar e condenar moralmente é a vingança preferida das almas limitadas.”

“A compaixão é a prática do niilismo. É instrumento multiplicador da miséria e conservador de tudo o que é miserável – a compaixão persuade ao nada.”